6 formas de ficar mais saudável (sem fazer dieta)

Todos nós conhecemos algumas recomendações médicas como praticar exercícios regularmente e manter uma dieta balanceada. Mas, segundo pesquisas recentes, existem outros hábitos que ajudam o nosso corpo a ficar mais saudável, confira:

1. Ande 5 minutos para cada hora sentado

Pesquisadores da Universidade de Indiana descobriram recentemente que, se as pessoas passassem apenas uma hora sentadas, já apresentavam redução de 50% na capacidade de expansão das artérias das pernas. Com o tempo, essa diminuição pode aumentar o risco. Por outro lado, participantes que andaram por cinco minutos para cada hora que permaneceram sentados não apresentaram alterações na função vascular, diz o MSN.

2. Faça a cama

Pessoas que arrumavam a cama apresentaram uma probabilidade 19% maior de relatar terem dormido uma boa noite de sono do que aquelas que deixavam a cama bagunçada pela manhã. Foi o que descobriu uma pesquisa realizada pela Fundação Nacional do Sono dos Estados Unidos. De acordo com a instituição, pode existir uma ligação entre o fato de nos sentirmos confortáveis com relação ao lugar onde dormimos e a tendência a experimentar uma noite inteira de sono tranquilo e reparador.

3. Leia por prazer e sem interrupções

Proponentes do movimento da “leitura lenta” defendem o hábito de se aconchegar com um bom livro por pelo menos 30 minutos sem interrupções de mensagens de texto nem alertas do Facebook. Essa prática pode reduzir o estresse e ajudar a clarear o pensamento. Estudos já demonstraram que, quando as pessoas leem conteúdo multimídia – como, por exemplo, texto combinado com imagens e vídeos –, sua compreensão da leitura é menor do que quando leem somente texto.

4. Guarde lenços antissépticos na mesa de trabalho

Menos de quatro horas depois de pesquisadores da Universidade do Arizona depositarem amostras de vírus em superfícies comuns de um local de trabalho, como tampos de mesa e maçanetas, eles encontraram traços dos germes em 40% a 60% dos outros objetos frequentemente tocados no prédio. Que tal? Proteja a saúde higienizando seu espaço de trabalho; como sua mesa, teclado, mouse e telefone com lenços antissépticos. No estudo, esse cuidado ajudou a reduzir em até 99% a disseminação dos vírus.

5. Assista a um programa de tv a menos por dia

Quanto mais velhos ficam os adultos, mais tempo eles tendem a ver TV. De acordo com números recentes da Nielsen, empresa americana especializada em estatísticas de meios de comunicação, pessoas entre 30 e 50 anos veem uma média de cinco horas de TV por dia; entre 50 e 65 anos, seis horas por dia; e, a partir de 65 anos, a média é de impressionantes sete horas em frente à TV a cada dia. O excesso de sedentarismo diante da tela na meia-idade está associado ao diabetes tipo 2 e a doenças do coração.

6. Procure um médico de que você goste

Uma pesquisa conduzida por cientistas da Escola de Medicina de Harvard constatou que, quando os médicos recebiam treinamento de empatia e comunicação, seus pacientes muitas vezes apresentavam melhora na pressão arterial, perdiam peso e lidavam melhor com a dor. Se você não morre de amores pelo seu médico, peça indicações a colegas ou amigos. Ou fale francamente sobre os fatores que o estão deixando frustrado. Talvez seu médico possa usar uma linguagem mais clara ou lhe dedicar um pouco mais de tempo durante as consultas.

30/04/2019

(Visited 4 times, 1 visits today)